TRAVA QUEDA

Considerada a peça mais importante de um sistema de retenção de queda, o trava queda deve ser utilizado em qualquer tipo de movimentação vertical ou, quando possível, horizontal. Seu uso é obrigatório em todas as situações nas quais o trabalhador esteja exposto a queda de diferença de nível acima de 2 metros.

Trava quedas retrátil com 10 m de cabo de aço galvanizado (resistência de 1500 kg), inox ou kevlar, 4,8 mm de diâmetro. Fornecido com dois mosquetões e destorcedor para durabilidade do cabo. Equipado com automático sistema de dissipação de energia.



CONCEITO BÁSICO

Em atividades com risco de queda e altura superior a 2 m, deve ser usado cinturão tipo pára-quedista (NR 18.23.3), com ligação obrigatoriamente frontal ou dorsal.

CINTURÃO PÁRA-QUEDISTA MODELO GULIN-102
Produzido em poliéster, possibilita ancoragem no peito e nas costas (CA 11.686).Tamanho único, com 5 ajustes das fitas primárias e fita secundária para fechamento peitoral. Oferece total conforto, inclusive no agachamento, sem o necessário reajuste dos cinturões com apenas duas fivelas.Pode ser usado com talabarte simples Gulin em poliéster (ligação frontal ou dorsal) ou talabarte Y Gulin em poliéster, sem absorvedor de energia, ligação obrigatoriamente frontal.